terça-feira , 17 outubro 2017
Home / Destaque / ACERVO DO PALÁCIO PARANAGUÁ, EM ILHÉUS, É ORGANIZADO PARA ABRIR PARA VISITAÇÃO PÚBLICA

ACERVO DO PALÁCIO PARANAGUÁ, EM ILHÉUS, É ORGANIZADO PARA ABRIR PARA VISITAÇÃO PÚBLICA

O primeiro grande e decisivo passo para a implantação do Museu do Palácio Paranaguá, em Ilhéus, está sendo dado pelo governo municipal. Nos próximos dias, o espaço estará sendo aberto para a visitação pública. Gestora do Museu da Piedade e integrante da Rede de Museus e Pontos de Memória do Sul da Bahia, a professora Anarleide Menezes coordena – à convite da Secretaria Municipal de Turismo e Esportes (Setur) – a organização da primeira parte do acervo que ficará exposta aos visitantes. “Nesta primeira etapa a missão é contextualizar imagens e móveis nos primeiros ambientes disponibilizados, apresentando uma ideia de como era a cidade e como o Palácio funcionava no século passado”, explicou.

São fotografias antigas e peças dos séculos 19 e 20, do mobiliário que atendeu a intendentes e prefeitos da cidade. Neste sábado (22), funcionários do Museu da Piedade farão a aplicação de cera de abelha clarificada na Alemanha, que vai proteger as peças que ficarão expostas, além da higienização de todo o espaço por onde as pessoas poderão circular. O itinerário de visitação acontecerá apenas na parte superior do Palácio, onde, em uma das salas, funciona a Setur. Estagiários do curso técnico do CEEP (antigo Colégio Estadual) vão acompanhar os visitantes.

Uma viagem no tempo – Logo na chegada, estão expostas fotografias em “P&B”, com registros da “Ilhéus Antiga”. Na antiga Sala de Reuniões, a equipe organiza cronologicamente a Galeria de Fotos de todos os prefeitos e intendentes que ocuparam o posto máximo do Executivo ilheense. Na antessala do antigo gabinete, móveis do século 20 dão o tom da riqueza ostentada pela cidade nos tempos áureos dos coronéis do cacau.

No antigo gabinete, Anarleide Menezes chama a atenção para um armário do século 18, totalmente conservado. A professora Anarleide Menezes elogia a decisão do governo em iniciar o processo de implantação do Museu. “Claro que ainda estamos longe do ideal. Um projeto de museu envolve mídias digitais, totens… mas a cidade não pode ficar esperando, tem que começar”, afirmou.

A professora fala com propriedade de quem, hoje, colhe frutos deste planejamento. O Museu da Piedade hoje é um dos mais completos e visitados em Ilhéus. No período de alta estação chega a receber, em média, 500 visitantes por dia. “O Palácio no centro da cidade vai surpreender. A Rede de Museus e Pontos de Memória do Sul da Bahia vai ajudar na divulgação do espaço”, assegura.

Valorização – O Palácio do Paranaguá é um prédio histórico localizado no centro da cidade. Foi construído em 1907, no mesmo local onde existiam ruínas de um colégio jesuíta. Seu nome é uma homenagem ao presidente da província da Bahia da época do Brasil-império, o Marquês de Paranaguá: João Lustosa da Cunha Paranaguá, que elevou a Vila de São Jorge dos Ilhéus à categoria de cidade, no ano de 1881, através de lei provincial. O palácio é um dos símbolos da opulência que existiu na região durante a saga do cacau. Em estilo neoclássico, é uma das mais belas construções do interior do estado.

Secretaria de Comunicação Social – Secom

Ilhéus – 20.07.17

Veja Também

Um ponto em um sonho e a dor da despedida no ultimo dia do Gabinete Jamil Ocké

Por: Caliana Mesquita Hoje, dia 10 de agosto de 2017, o gabinete que fez história dentro ...

%d blogueiros gostam disto: